Cresol recebe aprovação do Banco Central para operar captação da poupança rural

Decisão amplia fontes de crédito do Sistema Cresol

A Cresol recebeu, na última terça-feira (26), a aprovação do Banco Central para operar recursos da poupança rural. A medida amplia as fontes de captação para o crédito e será, em breve, uma nova alternativa aos cooperados.

A decisão do Banco Central comprova a solidez do Sistema Cresol, especialista em crédito rural há mais de duas décadas. Essa experiência era um dos pré-requisitos para a aprovação de cooperativas pela instituição.

Presidente da Cresol Confederação, Cledir Magri reforçou os ganhos para o Sistema com a aprovação da poupança rural e agradeceu a todos que contribuíram para a conquista.

“Esse é mais um grande passo que o Sistema Cresol dá em ampliar o portfólio de captação com a poupança, já consolidada no mercado. Essa aprovação do Banco Central nos dá a condição de, muito em breve, podermos disponibilizar o serviço para os cooperados, com um impacto direto na melhoria da nossa liquidez, podendo parte dos recursos ser aplicada em crédito rural, especialmente com a proximidade de mais um Plano Safra”, destacou Magri.

A autorização do Banco Central foi concedida após uma adaptação, que passou por estudos de viabilidade e ajustes da Cresol para atender a poupança. Com a nova ferramenta, o Sistema ganha mais autonomia para aplicação no crédito rural.